A ascensão de Sabitzer merece ser reconhecida

Em sua terceira temporada no RB Leipzig, o austríaco é um dos pilares ofensivos da equipe e vive ótima fase

Foto: Reprodução/Getty Images

O RasenballSport Leipzig é, sem dúvidas, o clube em maior ascenção no futebol alemão. Recebendo o aporte da poderosa Red Bull, a equipe da Saxônia chegou à Bundesliga em menos de uma década, subindo rapidamente na pirâmide do futebol local após conseguir suscetivos acessos.

O rápido sucesso do clube se deve muito à política de contratações que os Touros Vermelhos adotaram desde o início, apostando em jovens de muito potencial, para que evoluam no clube e possam dar frutos, tanto financeiros quanto esportivos, ao RB Leipzig. Vale ressaltar também a importância que as matrizes da Red Bull, os outros clubes também da empresa, neste processo, e em especial a filial de Salzburg que vem fornecendo bons jogadores pra equipe alemã.
Naby Keita, Dayot Upamecano, Péter Gulácsi, o brasileiro Bernardo, Stefan Ilsanker, Konrad Laimer, e Kevin Kampl são alguns dos nomes que fizeram o caminho da Áustria pra Alemanha. 
Além deles, Marcel Sabitzer também cursou a mesma rota. Desde a campanha da segunda divisão no clube, o jogador de apenas 23 anos se tornou peça crucial no esquema de Ralph Hasenhüttl, distribuindo assistências e marcando gols importantes.

Marcel chegou ao Leipzig depois de boa temporada no Salzburg, após ter sido contratado junto ao Rapid Vienna e não durou muito tempo por lá. As boas atuações do meia rapidamente chamaram a atenção da matriz alemã que não perdeu tempo e o contratou visando o título da 2.Bundesliga 15/16.
Rápido, habilidoso, proativo e decisivo, Sabitzer logo garantiu vaga entre os titulares e acabou a campanha como recordista de jogos do time ao lado de Willi Orban, com 32 atuações cada um. Com a companhia de Emil Forsberg, Davie Selke, Yussuf Polsen e Dominik Kaiser, formou um explosivo setor ofensivo que levou a equipe à promoção tão esperada. Autor de oito gols e cinco assistências, só não participou de mais tentos do que Forsberg e Selke, se firmando de vez no promissor time.

Chega finalmente a Bundesliga pro Leipzig, elite do futebol alemão. Os investimentos aumentam e o time fica ainda mais forte. Sabitzer, com a total confiança de Ralph Hasenhüttl, permanece entre os titulares e segue como um dos recordistas de jogos no plantel. A campanha do Leipzig é ainda mais surpreendente e a atuação dos companheiros de ataque é maximizada. Forsberg triplica o número de assistências e Timo Werner, recém contratado, rapidamente vira artilheiro ao mostrar um faro de gol absurdo. Mas Marcel segue lá. Com menos fama e hype que os companheiros, o austríaco seguiu sendo importantíssimo pros Touros. Incisivo, repetiu os oito gols da temporada anterior e deu mais quatro assistências, contabilizando mais de dez participações diretas em gols por mais uma temporada de forma seguida. Seu desempenho e o de seus companheiros levaram a equipe a inédita classificação à Champions League, se tornando sensação em toda a Europa. 
Na sua seleção, marcou dois gols nas eliminatórias para a Copa do Mundo na Rússia e não conseguiu evitar o fracasso da eliminação austríaca na fase de grupos.

Na temporada atual, contando Bundesliga e Champions League são onze partidas já somando seis participações diretas em gols. Marcel Sabitzer está ainda mais incisivo, caindo hora pelos lados, outrora pelos meios. Flutuando no setor ofensivo, vem municiando os atacantes e adquirindo maior protagonismo. Finalmente, recebendo seu devido valor. E a esperança é que, caso mantenha a regularidade, alcance sua melhor temporada da carreira, se firmando de vez como um dos melhores meias abertos do futebol alemão. 

Marcel Sabitzer sempre foi bom, mas muitas vezes esquecido. Evoluiu e vem crescendo na hora certa, é jovem e tem grande margem pra crescer ainda mais. Precisa ser ainda mais valorizado.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.