Borussia Dortmund irreconhecível e também prejudicado na UEFA Champions League


Veja uma análise resumida do Borussia Dortmund na UEFA Champions League até então:
APOEL vs. Borussia Dortmund 17/10/2017 (Foto via: @BVB)

Desde o dia do sorteio dos grupos da UEFA Champions League, os torcedores do Borussia Dortmund sabiam que não teriam vida fácil no Grupo H da competição, em um grupo onde tem o Real Madrid, atual campeão da competição e também o maior vencedor de todas as edições, apesar do Real Madrid já ser um velho conhecido do Borussia Dortmund, pois caíram no mesmo grupo duas vezes das últimas cinco edições, agora a terceira vez, fazendo sempre grandes jogos seja em Dortmund ou Madrid, muitos lembram daquela vitória magnífica em que Robert Lewandowski deixou quatro gols na partida e o BVB bateu os merengues por 4-1 na frente da muralha amarela. Dividindo o grupo também com o Tottenham Hotspurs, clube que foi vice-campeão inglês por duas temporadas seguidas, e vem a cada temporada se estabilizando no cenário internacional, com jogadores de qualidade como Christian Eriksen, Heung-Min Son, Harry Kane, Vertoghen, entre outros... Dortmund e Tottenham se encontraram nas oitavas de final pela UEFA Europa League na temporada 2015/2016, Dortmund venceu as duas partidas jogando um futebol convincente, com grande atuação de Pierre-Emerick Aubameyang e Marco Reus, o clube auri-negro venceu em Dortmund por 3-0 e em Londres por 2-1. O APOEL, clube da cidade de Nicosia no Chipre é o clube que todos diriam que só tá ali pra cumprir tabela, apesar do APOEL aparecer vez ou outra na UCL, nunca foi capaz de passar da primeira-fase.

Tem do em vista que UEFA Champions League é uma competição muito difícil, muitos dizem até que a mais difícil do mundo, Peter Bosz foi para estreia como treinador do BVB numa competição internacional, diante do Tottenham em Londres, com um 4-3-3 o BVB veio a campo, e logo no início aos 4' viu Heung-Min Son abrir o placar, respondeu com um golaço do também estreante em competição internacional como BVB, Andriy Yarmolenko aos 11' com um belo chute colocado no ângulo de Hugo Lloris, mas aquele seria o único gol do Dortmund, que ainda no primeiro tempo sofreu outro gol, dessa vez de Kane, na volta para o segundo tempo, o BVB se impôs, e Aubameyang balançou as redes em posição legal, porem o bandeira erroneamente marcou impedimento, visivelmente o Dortmund se abateu após o erro da arbitragem, e sofreu mais um gol de Kane, que fechou o caixão, a equipe do BVB ainda se manteve com a bola, obteve 68% de posse de bola contra 32% do Spurs, mas Isso não foi o suficiente para pontuar, e com isso a primeira derrota.

Na segunda partida, o Real Madrid foi a Dortmund, naquele que para muitos seria o jogo mais importante do grupo, já que o Real Madrid nunca havia vencido do BVB em Dortmund, Peter Bosz novamente apostou no seu 4-3-3 e novamente o Borussia Dortmund foi derrotado, Christian Bale abriu o placar aos 18' porém havia também muito protesto minutos atrás, já que Sérgio Ramos colocou o braço na bola dentro da área, no que seria um pênalti não dado erroneamente pelo juiz, assim terminou o primeiro tempo, já no segundo, apareceu a estrela de Cristiano Ronaldo, que marcou aos 58' colocando os "blancos" com dois gols de vantagem, Aubameyang até descontou e esboçou a reação do BVB, porém Cristiano Ronaldo aos 79' guardou aquele que seria o último gol da partida, de forma irregular, impedido milimetricamente, erro que digamos que é perdoável sabendo que o bandeira é um ser humano, novamente o Borussia Dortmund derrotado por 3-1 e com a posse de bola ao seu favor, nesse dia 53% a favor, 47% para o Real, mas novamente não foi o suficiente para sequer arrancar um empate.


Após ser derrotado nas duas primeiras partida, o Dortmund viajou a Nicosia para enfrentar o APOEL, naquele que para os torcedores do clube da região do Vale do Ruhr seria o jogo em que o Dortmund conquistaria os três primeiros pontos na competição, não foi bem assim, apesar de se manter com a bola praticamente o jogo inteiro, tendo 72% de posse de bola contra 28% APOEL, o BVB não conseguiu abrir o placar no primeiro tempo, e na segunda etapa, após duas falhas individuais de Roman Bürki, Poté abriu o placar para o clube do Chipre, fazendo os jogadores do BVB ficarem tensos e correrem atrás do resultado, minutos depois de sofrer o gol, o Borussia Dortmund chegou ao empate com Sokratis, de cabeça, e então tentou virar a partida, porém não conseguiu, Aubameyang apagado na partida, quase marcou aos 90' numa cabeça que andou sob a linha, porém novamente não foi o suficiente, e o Dortmund saiu apenas com o empate de Nicosia.

A essa altura da competição, Real Madrid e Tottenham possuem 7 pontos, já Borussia Dortmund e Apoel apenas 1, mesmo sabendo que ainda faltam 3 rodadas para a definição de quem avança às oitavas, a classificação do Dortmund já é vista como improvável, o que é digamos que estranho, pois nas últimas edições da UCL o Borussia Dortmund sempre passa da fase de grupos, até mesmo das oitavas de finais, a classificação parece longe, porém não impossivelmente, para um clube que já conseguiu feitos incríveis, como viradas e goleadas surpreendentes, sabemos da força da torcida, do estádio.

Peter Bosz precisa encontrar a consistência, o que falta ainda nesse Borussia Dortmund, que apesar de sempre ter mais posse de bola, não consegue criar tantas chances de gol, e quando cria tem perdido as chances, tem de impor seu futebol, e atuar de forma mais convincente, o BVB se portou irreconhecível, acho que nem o torcedor mais pessimista pensaria que o desempenho da equipe seria tão fraco, olhando até mesmo para anos passados, em que o clube nem demostrava estar tão preparado como hoje, apesar da mudança de técnico a pouco tempo. A equipe também precisa "torcer" para que não seja mais prejudicada pela arbitragem, tem do em vista que foi prejudicada três vezes nos dois primeiros jogos, que sem duvidas influenciou nos resultados.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.