Chadrac Akolo: um exemplo de superação

Contratado nesta temporada pelo Stuttgart, o jogador da República Democrática do Congo faz bom início de temporada e fica marcado pela sua história de vida

Foto: Reprodução/Bundesliga



Chadrac Akolo nasceu na República Democrática do Congo, em 1995. Com todos os problemas que assolavam a região devido às Guerras Civis no seu país natal, Chadrac e seu pai, indigentes, tiveram de fugir e procurar abrigo e condições de vida melhores em outro local, destino também de vários outros conterrâneos refugiados, incluindo a mãe e a irmã do jogador, que já haviam traçado o caminho.

A odisseia da família Akolo começou na fuga da República Democrática do Congo, quando o garoto ainda tinha apenas 14 anos, e passou por uma longa e cansativa viagem atravessando o mar Mediterrâneo e chegando até a Europa, na Suíça. Com condições ainda muito precárias, o futebol apareceu como alternativa ao jovem congolês. Quando ainda vivia em uma casa para refugiados, foi descoberto por um olheiro e levado ao FC Sion. No clube suíço, o jovem meia chamou a atenção por conta da sua habilidade e velocidade com a bola, se caracterizando um jogador físico e incisivo.

Iniciou sua carreira nos profissionais em 2014, no próprio Sion, se tornando uma peça ofensiva importante e bastante utilizada já em sua primeira temporada na equipe. Apesar disso, na temporada 2015/2016 Akolo foi emprestado ao Neuchâtel Xamax, da segunda divisão do Campeonato Suíço. Lá, Chadrac deslanchou de vez, evoluiu e marcou nove gols na competição, chamando a atenção do seu clube, o Sion, que topou aproveitar o jovem refugiado na temporada seguinte.
O jovem voltou ao clube com moral alta e logo ganhou uma vaga entre os titulares, se tornando um jogador crucial. Ficando fora de apenas duas partidas, o congolês marcou quinze gols no Campeonato Suíço, terminando entre os artilheiros e, consequentemente, chamando a atenção do Stuttgart, que voltava à Bundesliga após o rebaixamento.

Contratado pelos suábios, Akolo chegou como uma aposta na Mercedes-Benz Arena. No entanto, o habilidoso meia vem se provando e mostrando que pode ser muito mais que isso. Em apenas seis partidas, Chadrac já marcou três gols na Bundesliga, se tornando em uma espécie de coringa pro Stuttgart. Seu tento mais marcante foi marcado no último fim de semana, quando Stuttgart e Colônia empatavam em 1 a 1. Akolo, que havia iniciado o jogo no banco, entrou no fim da partida e nos acréscimos, em um lance de extrema habilidade, deixou vários marcadores pra trás e fez um belo gol para concretizar a vitória sobre os bodes. Festa total da sua torcida, que respirou aliviada com a vitória.

E é por isso que Chadrac Akolo vem nos mostrando que vencer, apesar das mais adversas situações, é possível. Chadrac Akolo nos ensina que acreditar é preciso, que desistir é pros fracos. 
Obrigado, Chadrac. Obrigado, futebol. 


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.