Leipzig flerta com a glória em primeira temporada europeia de sua história


Segundo colocado da Bundesliga em 2016/2017, o RB Leipzig entrou na temporada com grandes expectativas. Jogando a primeira UEFA Champions League de sua história, os comandados de Ralph Hasenhüttl sonhavam com a glória europeia e na consolidação entre os grandes do futebol local.

(Foto: Matteo Ciambelli/NurPhoto via Getty Images)

No entanto, logo na segunda rodada da Copa da Alemanha, o Leipzig deu azar de enfrentar o Bayern. Em um jogo equilibrado e com Keita expulso, a eliminação veio apenas nos pênaltis. Já na Bundesliga, a equipe fez uma campanha irregular, mesclando grandes jogos com péssimas apresentações. O resultado desta inconstância foi um sexto lugar, conquistando apenas uma vaga na UEFA Europa League.

Na UEFA Champions League, o Leipzig sonhava em alcançar o mata-mata. O sorteio foi benéfico, colocando a equipe na mesma chave de Porto, Besiktas e Mônaco. No entanto, os comandados de Ralph Hasenhüttl perderam três partidas e ficaram em terceiro lugar, com sete pontos. Com isso, restava a Europa League como esperança de sucesso.

O sorteio colocou o Leipzig frente a frente com o poderoso Napoli, de grande campanha na Itália. Com um excelente 3-1 fora de casa, a equipe alemã praticamente garantiu a vaga, que veio mesmo com uma derrota por 2-0 em casa. Nas oitavas, os russos do Zenit foram eliminados pelo atual vice-campeão alemão, que venceu por 2-1 em casa e empatou por 1-1 fora.

Entre os oito melhores da Europa League, o Leipzig sonhava em ganhar um título continental em seu primeiro ano entre os grandes da Europa. A vitória no jogo de ida contra o Olympique Marseille deu ainda mais força ao sonho alemão. No entanto, a partida de volta na França foi catastrófica na defesa, causando uma derrota por 5-2 que acabou com a caminhada do Leipzig.

O saldo, no fim das contas, foi positivo. Mais experiente e novamente classificado para uma competição continental, cabe ao Leipzig manter o seu crescimento, agora sem Ralph Hasenhüttl, que pediu demissão ao fim da temporada, e Naby Keita, que irá para o Liverpool.

Depois de anos de ascensão, chegou a hora do Leipzig se firmar na Alemanha. E a temporada 2018/2019 será fundamental para isso.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.