Philipp Max: o rei das assistências

Max em ação pelo Augsburg (Divulgação/The Sun)

No futebol atual, diversos clubes tem uma certa dificuldade em achar laterais de qualidade para compôr seus elencos. Esse não é o caso do Augsburg, pelo menos na ala-esquerda. O clube da Baviera conta com o futebol de um grato destaque, Philipp Max, líder de assistências da Bundesliga, com 13 passes pra gol até o momento. 

Nascido em Viersen, o jovem lateral é filho de Martin Max, ex-atacante alemão que foi duas vezes artilheiro da Bundesliga no início do século quando defendia o Munique 1860. E foi justamente nos leões de Munique, enquanto seu pai fazia sucesso, que Philipp deu seus primeiros passos no futebol. Ainda passou pelo outro clube da cidade, o FC Bayern, ainda na base. No entanto, ao chegar perto da idade de se profissionalizar, Max foi dispensado dos bávaros antes de rumar ao Schalke 04. No time Azul Real, teve um desempenho acima da média jogando de meia esquerda pelo sub-19, que se converteu em uma chance no Schalke II. Se tornou em um bom "coringa" para a equipe e se firmou como lateral-esquerdo, chamando a atenção do Karlsruher, que o contratou e o deu suas primeiras oportunidades como profissional.

A ascensão  


(Foto: Boris Streubel/Bongarts/Getty Images)


No Karlsruher, já como lateral esquerdo, Max disputou a 2.Bundesliga. Após um início de poucas chances no time principal, se firmou como titular da equipe e terminou a época chamando atenção pela regularidade. O Augsburg, especialista em contratar jogadores menos renomados, viu em Max um grande potencial de evolução e assegurou a transferência do jovem.

Logo em sua primeira temporada, em 15/16, Max se tornou titular absoluto na lateral do Augsburg. Fazia partidas regulares, mas não marcou gols e nem deu assistências.

Na época seguinte, atuando mais vezes como meia e ponta-esquerda, obteve suas primeiras participações em gol, se tornando ainda mais essencial ao clube devido a sua polivalência.

Mas foi na temporada atual que Philipp finalmente deslanchou. Batendo escanteios, faltas, e chegando com muita força na linha de fundo, Max mostra uma grande capacidade em bater na bola e fazer cruzamentos laterais. Soma incríveis 13 assistências na Bundesliga, número suficiente pra desbancar Joshua Kimmich e se consolidar como o defensor com mais participações em gols no futebol alemão. O estrondoso desempenho já chama a atenção de gigantes europeus e rendeu uma convocação para a seleção alemã que disputou as Olimpíadas no Rio em 2016. Max disputou três partidas e marcou um gol na campanha que rendeu a medalha de prata. Sem dúvidas, é um nome cotado pra fazer parte do futuro da Die Mannschaft, já que tem apenas 24 anos.

À essa altura, Max ocupa um patamar interessante e tem potencial para evoluir ainda mais. O desempenho nesta temporada pode ser um demonstrativo de muito do que está por vir. Veremos como o jovem se sairá.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.