Retrospecto: relembre as convocações da Seleção Alemã nas últimas quatro Copas do Mundo

A cada dia nos aproximamos da desejável Copa do Mundo de 2018 que será disputada na Rússia e, a atual campeã mundial, é a nossa querida Die Mannschaft, que sempre chega com fortes esquadrões para a disputa do torneio mais importante do futebol. Com nomes de alta relevância e futebol bem preparado, a seleção germânica é vista como uma das mais fortes do mundo, e chega para disputa dos mundiais com status de uma das "favoritas" a conquistar o torneio.

Retrospecto Rápido

Em 2002, a Alemanha perdeu na final para a seleção brasileira por 2 a 0 no International Stadium Yokohama, amargurando o vice-campeonato. Já em 2006, disputando o mundial em casa, a Mannschaft caiu na semifinal para a forte seleção italiana após perder por 2 a 0 no Signal Iduna Park, na disputa do terceiro lugar venceu a seleção portuguesa por 3 a 1, em noite inspiradíssima de Bastian Schweinsteiger na Mercedes-Benz Arena, o Fußballgott marcou dois gols e participou diretamente no gol contra marcado pelo português Petit. Em 2010 na África do Sul, novamente os alemães viriam cair na semifinal da competição, revivendo a final da Eurocopa de 2008, Alemanha e Espanha se enfrentaram em Durban, e em uma derrota dura de se engolir por 1 a 0, em gol marcado por Carles Puyol, a Alemanha despediu-se da chance de título, porém mais uma vez venceu a disputa do terceiro lugar, dessa vez contra o Uruguai que contava com o artilheiro da competição Diego Fórlan, e em jogo de duas viradas, os alemães bateram os uruguaios por 3 a 2 e conquistaram o terceiro lugar.

Em 2014 finalmente os alemães finalmente comemoram o "Weltmeister", em sua segunda Copa do Mundo à frente da seleção alemã, o treinador Joachim Löw consagrou-se campeão da Copa do Mundo de 2014 que foi disputada no Brasil, após bater a Argentina na prorrogação por 1 a 0 em pleno Maracanã, em jogada foi feita por André Schürrle (Borussia Dortmund) que concedeu a assistência para Mario Götze (Borussia Dortmund) marcar e tornar a Alemanha tetracampeã mundial em terras brasileiras.

Você notou? Além do título de 2014, nas três edições anteriores a Alemanha perdeu para as seleções campeãs de cada ocasião, em 2002 para o Brasil, em 2006 para a Itália, e em 2010 para a Espanha. Conquistou um vice-campeonato (2002) e garantiu duas vezes a terceira colocação (2006 e 2010).

Veja as convocações da Alemanha nas últimas quatro Copas do Mundo

* Os clubes dos jogadores estão de acordo com a época

Em 2002 a Die Mannschaft era treinada pelo ex-jogador e vice-campeão mundial de 1986, Rudi Völler, veja os jogadores que o técnico decidiu levar.

Goleiros:
Oliver Kahn (C) - 13 (Bayern München)
Hans Jörg Butt - 23 (Bayer Leverkusen)
Jens Lehmann - 12 ( Borussia Dortmund)

Defensores:
Thomas Linke - 2 (Bayern München)
Christoph Metzelder - 21 (Borussia Dortmund)
Christian Ziege - 6 (Tottenham)
Marko Rehmer - 3 (Hertha BSC)
Carsten Ramelow - 5 (Bayer Leverkusen)

Meias:
Frank Baumann - 4 (Werder Bremen)
Sebastian Kehl - 15 (Freiburg)
Jens Jeremies - 16 (Bayern München)
Torsten Frings - 22 (Werder Bremen)
Dieter Hamann - 8 (Liverpool)
Michael Ballack - 13 (Bayer Leverkusen)
Bernd Schneider - 19 (Bayer Leverkusen)
Jörg Böhme - 18 (Schalke 04)
Lars Ricken - 10 (Borussia Dortmund)
Marco Bode - 19 (Werder Bremen)

Atacantes:
Oliver Neuville - 7 (Bayer Leverkusen)
Carsten Jancker - 9 (Bayern München)
Miroslav Klose - 11 (Bayern Müchen)
Gerald Asamoah - 14 (Schalke 04)
Oliver Bierhoff - 20 (Mônaco)

Da esquerda para a direita, em pé: Dietmar Hamann, Christian Ziege, Christoph Metzelder, Carsten Jancker, Michael Ballack, Thomas Linke. Agachados: Carsten Ramelow, Bernd Schneider, Miroslav Klose, Torsten Frings e Oliver Kahn. (Foto: Gunnar Berning/Bongarts/Getty Images)

A seleção de 2006 foi comandada por Jürgen Klinsmann, um dos grandes jogadores da história da Alemanha, campeão da Copa do Mundo de 1990. Veja a convocação de Klinsmann.

Goleiros:
Jens Lehmann - 1 (Arsenal)
Oliver Kahn - 12 (Bayern München)
Timo Hildebrand - 23 (Stuttgart)

Defensores:
Jens Nowotny - 6 (Bayer Leverkusen)
Arne Friedrich - 3 (Hertha BSC)
Christoph Metzelder - 21 (Borussia Dortmund)
Per Mertesacker - 17 (Hannover 96)
Robert Huth - 4 (Chelsea)
Marcell Jansen - 2 (Borussia Mönchengladbach)
Phillip Lahm - 16 (Bayern München)

Meias:
Torsten Frings - 8 (Werder Bremen)
Sebastian Kehl - 5 (Borussia Dortmund)
Bastian Schweinsteiger - 7 (Bayern München)
Michael Ballack (C) - 13 (Bayern München)
Tim Borowski - 18 (Werder Bremen)
Thomas Hitzlsperger - 15 (Stuttgart)
Bernd Schneider - 19 (Bayer Leverkusen)

Atacantes
David Odonkor - 22 (Borussia Dortmund)
Miroslav Klose - 11 (Werder Bremen)
Lukas Podolski - 20 (Köln)
Gerald Asamoah - 14 (Schalke 04)
Oliver Neuville - 10 (Borussia Dortmund)
Mike Hanke - 9 (Wolfsburg)

Da esquerda para a direita, em pé: Miroslav Klose, Christoph Metzelder, Jens Lehmann, Arne Friedrich, Per Mertesacker, Michael Ballack, Agachados: Bernd Schneider, Torsten Frings, Philipp Lahm, Lukas Podoslki e Bastian Schweinsteiger. (Foto: Bob Thomas/Getty Images)


Em 2010, Joachim Löw comandou sua primeira Copa do Mundo, Löw foi auxiliar de Jürgen Klinsmann na Copa de 2006, em seguida do mundial daquele ano sucedeu a vaga de Klinsmann. Veja os convocados por Löw para o mundial de 2010.

Goleiros:
Manuel Neuer - 1 (Schalke 04)
Tim Wiese - 12 (Werder Bremen)
Hans Jörg Butt - 22 (Bayern München)

Defensores:
Per Mertesacker - 17 (Werder Bremen)
Serdar Tasci - 5 (Stuttgart)
Jérôme Boateng - 20 (Hamburg)
Holger Badstuber - 14 (Bayern München)
Marcell Jansen - 2 (Hamburgo)
Dennis Aogo - 4 (Hamburgo)
Arne Friedrich - 3 (Hertha BSC)
Philipp Lahm (C) - 16 (Bayern München)

Meias
Sami Khedira - 6 (Stuttgart)
Toni Kroos - 18 (Bayer Leverkusen)
Bastian Schweinsteiger - 7 (Bayern München)
Mesut Özil - 8 (Werder Bremen)
Piotr Trochowski - 15 (Hamburgo)
Marko Marin - 21 (Werder Bremen)

Atacantes:
Thomas Müller - 13 (Bayern München)
Mario Gómez - 23 (Bayern München)
Miroslav Klose - 11 (Bayern München)
Lukas Podoslki - 10 (Köln)
Stefan Kießling - 9 (Bayer Leverkusen)
Cacau - 19 (Stuttgart)

Da esquerda para direita, em pé: Cacau, Per Mertesacker, Jerôme Boateng, Mesut Özil, Sami Khedira, Manuel Neuer. Agachados: Philipp Lahm, Arne Friedrich, Thomas Müller, Lukas Podolski e Bastian Schweinsteiger. (Foto: Joern Pollex/Getty Images)


Em 2014 finalmente a Alemanha se tornou tetracampeã mundial, Joachim Löw levou 11 jogadores que já tinha convocado em 2010. Veja os convocados de 2014.

Goleiros:
Manuel Neuer - 1 (Bayern München)
Ron-Robert Zieler - 12 (Hannover 96)
Roman Weindefeller - 22 (Borussia Dortmund)

Zagueiros:
Mats Hummels - 5 (Borussia Dortmund)
Jérôme Boateng - 20 (Bayern München)
Benedikt Höwedes - 4 (Schalke 04)
Per Mertesacker - 17 (Arsenal)
Matthias Ginter - 3 (Freiburg)
Shkodran Mustafi - 21 (Sampdoria)
Philipp Lahm (C) - 16 (Bayern München)
Kevin Großkreutz - 2 (Borussia Dortmund)
Erik Durm - 15 (Borussia Dortmund)

Meias:
Christoph Kramer - 23 (Borussia Mönchengladbach)
Sami Khedira - 6 (Real Madrid)
Bastian Schweinsteiger - 7 (Bayern München)
Toni Kroos - 18 (Bayern München)
Mario Götze - 19 (Bayern München)
Mesut Özil - 8 (Arsenal)

Atacantes:
André Schürrle - 9 (Chelsea)
Julian Draxler - 14 (Schalke 04)
Thomas Müller - 13 (Bayern München)
Lukas Podolski - 10 (Arsenal)
Miroslav Klose - 11 (Lazio)

Da esquerda para a direita, em pé: Manuel Neuer, Mats Hummels, Toni Kroos, Miroslav Klose, Jerôme Boateng. Agachados: Christoph Kramer, Philipp Lahm. Benedikt Höwedes, Thomas Müller, Bastian Schweinsteiger e Mesut Özil. (Foto: Getty Images)




Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.