Jovens, experientes e distantes da seleção: o que esperar dos brasileiros na Bundesliga

A temporada da Bundesliga começa esta semana com 14 representantes brasileiros. Alguns já estão há anos na Alemanha e constroem belas histórias em seus clubes, enquanto outros vão para sua primeira temporada no país e criam expectativa sobre o que podem fazer no futuro próximo. Entre novatos e experientes, uma característica é praticamente comum a eles: quase todos passaram apenas um curto período de suas carreiras no Brasil e logo foram para a Europa. Um bom exemplo disso é Paulinho, recentemente contratado pelo Bayer Leverkusen junto ao Vasco e que vai atrair atenção dos brasileiros pelo seu potencial. 

Outra característica que aproxima esses brasileiros é a distância da seleção. Paulinho e Matheus Cunha até foram chamados na última convocação da equipe sub-20, mas nenhum dos demais nomes desta lista parece perto do time principal. As ligas da Itália, Espanha, Inglaterra e França ofereceram jogadores de primeiro nível para Tite na Copa do Mundo deste ano. Não foi o caso da Bundesliga. Naldo foi provavelmente quem jogou no nível mais alto recentemente. Ainda assim, parece não ter sido o suficiente para entrar no radar do treinador da seleção. Os brasileiros na Alemanha ainda não são lembrados, mas muitos tem capacidade para crescer e chamar atenção. Confira um resumo com o histórico recente e o que esperar de cada um deles: 

Paulinho, 18 anos - Bayer Leverkusen
Números em 2018 pelo Vasco: 6 jogos (5 como titular), 2 gols e 2 assistências

Foto: Reprodução / Twitter

Entre os brasileiros, Paulinho é o jogador que mais traz expectativas para essa temporada da Bundesliga. Com apenas 18 anos e pouca experiência como profissional no Vasco, é claro que ele deve precisar de tempo para fazer valer os milhões de euros investidos no seu futebol. O jovem atacante já ganhou a camisa 7 do Bayer Leverkusen, mas isso está longe de indicar que ele vai ser titular da equipe. O treinador Heiko Herrlich possui outras peças jovens e promissoras que já estão acostumadas a jogar 90 minutos na Bundesliga, a exemplo de Leon Bailey, Kai Havertz e Julian Brandt. O brasileiro precisa aproveitar bem as chances que terá para conseguir cada vez mais tempo de jogo.


Matheus Cunha, 19 anos - RB LeipzigNúmeros na temporada 2017/18 pelo Sion: 33 jogos (26 como titular), 10 gols e 8 assistências

Matheus Cunha foi contratado pelo Sion, da Suíça, quando ainda estava nas divisões de base do Coritiba, na metade do último ano. A primeira temporada em que o brasileiro jogou num time principal foi a última, e ela foi suficiente para o RB Leipzig desembolsar 15 milhões de euros pelos seus serviços. Ele normalmente atua centralizado no ataque, posição que já costuma ser ocupada na equipe por Timo Werner, Yussuf Poulsen ou Jean-Kévin Augustin. Diante da concorrência, ele vai, ao menos a princípio, ser uma opção para o banco de reservas ou para quando os titulares forem poupados. Nessa temporada ele já cumpriu bem esse papel, marcando dois gols nas fases eliminatórias da Europa League.


Allan, 21 anos - Eintracht Frankfurt
Números na temporada 2017/18 pelo Apollon Limassol: 20 jogos (15 como titular), 0 gol e 0 assistência

Allan foi contratado pelo Liverpool junto ao Inter no meio de 2015, quando ainda tinha 18 anos. Desde então, ele nunca jogou pela equipe inglesa e vem sendo emprestado sucessivas vezes. Para esta temporada, o jogador de meio-campo chega ao Eintracht Frankfurt e é difícil saber o que esperar dele depois de um período discreto pelo Apollon Limassol, do Chipre. Sua experiência no futebol alemão vem da temporada 2016/2017, quando ele atuou pelo Hertha Berlin e disputou 16 partidas, sendo 8 como titular.


Joelinton, 22 anos - Hoffenheim
Números na temporada 2017/18: 31 jogos (22 como titular), 8 gols e 2 assistências

Foto: Reprodução / Twitter

Após um ano de empréstimo ao Rapid Viena, Joelinton parece que finalmente vai se firmar no elenco do Hoffenheim. Na última temporada, ele marcou sete gols em 27 jogos na Bundesliga austríaca e, em seu retorno à Alemanha, já impressionou Julian Nagelsmann. "Ele sempre teve muito talento, mas se desenvolveu muito bem durante sua passagem na Áustria", disse o treinador no início do mês. E Joelinton demonstrou um sinal dessa melhora com três gols na primeira rodada da Copa da Alemanha. Atacante que atua centralizado, o brasileiro pode ajudar a compensar a saída de Mark Uth para o Schalke.


Felipe Pires , 23 anos - Hoffenheim

Números na temporada 2017/18: 45 jogos (43 como titular), 8 gols e 9 assistências

Contratado pelo Hoffenheim em agosto de 2015, Felipe Pires ainda não tem sequer um minuto de experiência na primeira divisão do futebol da Alemanha. Nas últimas temporadas, ele vem sendo emprestado para ganhar experiência em mercados menores e jogou os dois últimos anos no Áustria Viena, atuando como atacante pelo lado esquerdo do campo. Nesse período em terras austríacas, ele disputou 95 partidas, marcou 16 gols e distribuiu 19 assistências. Desde junho ele treina com a equipe do Hoffenheim, mas utilização dele sob o comando de Julian Nagelsmann ainda é incerta. Na primeira rodada da Copa da Alemanha, ele não foi nem relacionado para o jogo.


William, 23 anos - WolfsburgNúmeros na temporada 2017/18: 26 jogos (22 como titular), 0 gol e 2 assistências

William saiu do Inter na metade de 2017 como um lateral-direito, mas variou muito seu posicionamento na primeira temporada com a camisa do Wolfsburg. Ele disputou 15 partidas como lateral-esquerdo e apenas 5 na posição em que foi formado, às vezes atuando também aberto em um dos lados na altura do meio-campo. No início da sua trajetória na Alemanha, William teve um período em que sequer era relacionado para jogar, mas na metade final da temporada ele assumiu em definitivo o papel de titular da equipe. O brasileiro se destaca especialmente no lado defensivo, alcançando o posto de jogador com melhor média de desarmes na última edição da Bundesliga, com 3,5 por jogo.


Walace, 23 anos - Hannover

Números na temporada 2017/18 pelo Hamburgo: 19 jogos (17 como titular), 1 gol e 2 assistências

Foto: Divulgação

Walace precisa recomeçar sua carreira na Europa. Sua passagem de um ano pelo Hamburgo foi repleta de graves episódios de indisciplina, que resultaram em afastamento do elenco no final de maio, pouco depois de Christian Titz assumir o cargo de treinador do time. Ele ficou de fora dos últimos sete jogos da equipe na última Bundesliga e foi vendido para o Hannover, onde deve ganhar novas chances como titular no meio-campo defensivo. Campeão olímpico em 2016, o brasileiro já foi titular da nova equipe na estreia da Copa da Alemanha.


Wendell, 25 anos - Bayer LeverkusenNúmeros na temporada 2017/18: 30 jogos (30 como titular), 3 gols e 3 assistências

A lateral-esquerda do Bayer Leverkusen tem dono desde a temporada 2014/15 e ele atende pelo nome Wendell. Seu bom desempenho na Bundesliga já despertou interesse de outros clubes na Europa, mas os indícios mais recentes são de que ele não vai deixar sua atual equipe. Wendell se destaca pouco pelos números, mas apresenta um desempenho consistente tanto na defesa como no ataque, o suficiente lhe garantir um lugar na lista dos bons laterais da Bundesliga. Os três gols na última temporada representam a maior marca da carreira dele em um ano - e os três foram marcados em cobranças de pênalti.


Ewerton, 29 anos - Nuremberg
Números na temporada 2017/18: 30 jogos (28 como titular), 1 gol e 0 assistência
Ewerton é mais um notório desconhecido do público brasileiro que atua na Alemanha. Sua primeira experiência no futebol alemão foi com o Kaiserslautern na temporada 2016/17, quando o clube disputava a segunda divisão. No ano seguinte, foi vendido para o Nuremberg e participou da campanha do acesso como titular. Aos 29 anos, o zagueiro terá sua primeira oportunidade de disputar a Bundesliga. A notícia ruim é que ela vai demorar algumas semanas a mais para chegar. Ewerton sofreu uma contusão no tornozelo no fim de julho e a expectativa inicial era de que ele ficaria afastado por pelo menos seis semanas.

Caiuby, 30 anos - Augsburg
Números na temporada 2017/18: 33 jogos (32 como titular), 5 gols e 8 assistências

Foto: Divulgação

Caiuby chega ao seu quinto ano em Augsburg depois da sua temporada mais produtiva em termos de gols e assistências no clube. Peça importante no ataque, ele normalmente é escalado por Manuel Baum aberto pelo lado esquerdo, mas é muito perigoso quando aproveita sua altura e aparece na grande área. Dos seus cinco gols na última Bundesliga, três foram marcados de cabeça, e ele usa esse recurso pelo alto também para preparar jogadas para os companheiros. O brasileiro se destaca ainda por ter sido o jogador que mais ganhou disputas de bola no último campeonato alemão. Ele se apresentou para a pré-temporada com mais de uma semana de atraso e foi multado pelo clube. Contudo, isso não deve prejudicar seu papel dentro da equipe.


Felipe, 31 anos - Hannover
Números na temporada 2017/18: 7 jogos (7 como titular), 0 gols e 0 assistências

Nesta lista, o zagueiro Felipe é quem mais vem sofrendo com problemas físicos nos últimos anos. Ele ficou de fora de 27 partidas do Hannover por contusão contando apenas a última temporada e, ao menos no início da nova campanha, o brasileiro novamente vem passando mais tempo no departamento médico do que no campo. No começo do mês, o treinador André Breitenreiter disse que ainda não podia contar com Felipe. O Hannover perdeu Salif Sané na defesa, mas trouxe o também zagueiro Kevin Wimmer em empréstimo junto ao Stoke City, o que não abre muita brecha para Felipe atuar no time.


Rafinha, 32 anos - Bayern de MuniqueNúmeros na temporada 2017/18: 39 jogos (26 como titular), 1 gol e 4 assistências

Rafinha continua no Bayern de Munique como um atleta para compor elenco e substituir Joshua Kimmich quando necessário. Na última temporada, ele cometeu um erro crucial contra o Real Madrid na semifinal da Champions League, mas cumpriu seu papel quase sempre que entrou em campo. Contudo, este pode ser o último ano dele com a camisa do clube bávaro. Em maio, o brasileiro renovou seu contrato com o Bayern, mas apenas por mais uma temporada. Sua saída do clube já foi especulada antes da prorrogação do acordo e esse tipo de informação pode voltar a surgir nos próximos meses caso não haja uma nova renovação.


Raffael, 33 anos - Borussia Mönchengladbach
Números na temporada 2017/18: 29 jogos (25 como titular), 10 gols e 3 assistências

Foto: Reprodução / Twitter

Desde que chegou ao Borussia Mönchengladbach, Raffael sempre marcou pelo menos dez gols por temporada. Nos últimos dois anos, no entanto, problemas físicos o tiraram de 25 jogos e seus números caíram. Por isso, ele disse em entrevista ao jornal Bild no fim de julho que intensificou sua preparação física. "Não quero mais viver uma temporada como a última, com muitas pequenas contusões, sem ritmo e no final também sem prazer", comentou. Aos 33 anos e também em seu último ano de contrato, ele ainda é um jogador importante ofensivamente e deve estar em boa companhia no ataque do Gladbach. Além da presença de Lars StindlThorgan Hazard vem de sua melhor temporada na carreira e o centroavante Alassane Pléa chega do Nice cercado de expectativa.


Naldo, 35 anos - Schalke 04
Números na temporada 2017/18: 38 jogos (38 como titular), 7 gols e 2 assistências

Melhor brasileiro na Alemanha e um dos melhores zagueiros que atuam no país. Mesmo perto de completar 35 anos, o desempenho recente de Naldo o credencia como um dos jogadores de destaque na Bundesliga. O Schalke preza muito pela defesa e o brasileiro cumpre papel importante nessa ideia, centralizado em um esquema tático com três zagueiros e dominante nas bolas aéreas. Com a chegada de Salif Sané e a saída de Thilo Kehrer, ele terá mudanças entre seus companheiros de zaga, mas a expectativa é que a equipe siga forte defensivamente.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.