Robben & Ribéry: a última temporada?

A dupla Robben e Ribéry já existe por apenas uma década, e a cada jogo que passa, o sentimento de despedida vai crescendo cada vez mais

A vida do torcedor do atual hexacampeão alemão não anda muito fácil: Schweinsteiger, Xabi Alonso, Starke e Philipp Lahm. Seria Robben e Ribéry os próximos? Já imaginou você nunca mais ouvir a famosa frase:

 "Arjen Robben cortou para e esquerda e... caixa";

"Na vida temos duas certezas: uma é a morte, a outra é que o Robben vai cortar para a esquerda".

Ou que não iremos nunca mais ver o valente Ribéry brigando por todas as bolas e fazendo suas jogadas de linha de fundo cheias de drible? Pois é, amante do futebol, está chegando a hora.

Foto: UEFA
A matéria não é um adeus, mas um convite para cada leitor apreciar cada jogo desta temporada como se fosse o último da grandiosa dupla, afinal, uma aposentadoria pode vir a qualquer momento. 

Os heróis da Baviera podem estar em clima de despedida, qual todos já pensavam que iria acontecer na última temporada (2017/2018), mas apenas foi adiado o sentimento de saudades do torcedor e do fanático pelo futebol.

De fato, é inaceitável de ver ambos se aposentando. Ninguém quer ver a bela história chegar neste desfecho, o fim. Os olhos de todos os torcedores brilham quando vêem o Robben cortar para a esquerda ou quando o francês deixa jovens comendo grama com a sua incrível velocidade aos 35 anos.

Tudo que é bom dura pouco, mas o que é ótimo dura para sempre: Robben e Ribéry já estão há quase 10 anos no time de Munique. Franck chegou ao Bayern em 2007, transferido do Olympique de Marseille. Causando boa impressão, logo na sua primeira coletiva de impresa, o jogador foi tratado com muito carinho e respeito. Títulos não precisam ser escritos para resumir a linda história de Ribéry com o Bayern, mas a presença em campo e a liderança que o francês impõe precisa ser destacada.

O holandês chegou em 2009, o valor da transferência do Real Madrid para o Bayern foi de 25 milhões de euros. Desde então, a canhota mais famosa do mundo pertence ao Gigante da Baviera. Ícone e lendário, o jogador passou por muitos altos e baixos na carreira: um momento que ninguém irá se esquecer - o gol do título da UEFA Champions League 2013, assistência foi de seu amigo, Ribéry. 

Foto: Bundesliga
Recentemente, Robben mostrou que a idade não é um problema: pela Bundesliga, em um duelo contra o RB Leipzig, o jogador deu uma arrancada gloriosa no último minuto e marcou o gol da virada (*Voz do querido Rogério Vaughan gritando "Arjen Robben, meu Deus, ele virou o jogo*).

O propósito deste texto não é ser algo emotivo. Mas deixar bem claro que talvez, na próxima temporada, não iremos mais ver Robben Ribéry jogando pelo Bayern. Com a renovação do elenco, Coman Gnabry já podem começar as partidas como titulares.

Fica o desejo de ver a dupla voltar a sorrir mais uma vez. O Bayern possui um elenco muito forte, misturado de jovens e veteranos. Talvez, seja o momento de Robben e Ribéry ajudarem na formação dos novos jogadores, e quem sabe, com um elenco misto, o Bayern conquistar os títulos importantes que serão disputados.

Até agora, muitos momentos marcantes aconteceram com Badman e Robben. E para você, qual foi o mais especial?

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.